A alegria de fazer parte – II

E ontem o Professor João Possiano me enviou o texto que ele tinha dito que escreveria sobre o curso. Eu fico lendo e pensando como é maravilhoso fazer parte, ainda que de forma indireta, da educação que crianças lá do Ceará receberão por meio dos professores a quem ele ensina. Feliz de verdade! E muito grata pelas palavras!! =)

***

Por que fazer o curso Ensinar a Estudar da Katarine Jordão?

Já faz algum tempo que venho estudando a temática do ensino chamado tradicional, clássico, perene ou como queriam chamar. Nesse um ano fiquei responsável por coordenar a formação de professores de uma escola particular aqui no interior do Ceará, tendo como principal foco para a temática das virtudes, em especial na educação infantil e no ensino fundamental.
No entanto, meu maior desafio era o seguinte: a base teórica até aí tudo bem, mas como focar esse embasamento na sala, no cotidiano escolar? Eis que por um desses milagres “facebockeanos” encontro uma postagem de um site chamado https://educarcomsapiencia.com, foi amor à primeira vista. Estava tudo lá no blog, textos riquíssimos, muito bem escritos, com linguagem fácil, mas sem perder o foco do que propunha tratar.
Quando soube que haveria o curso Ensinar a Estudar e as primeiras postagens da Katarine sobre o curso eu não tirei da cabeça a possibilidade de fazê-lo.
E o que dizer do curso?
O trabalho de Katarine Jordão é, no melhor sentido da expressão, agostiniano! Explico: Santo Agostinho em tudo que escrevia não escondia sua pessoa. Cada reflexão filosófica era também uma reflexão consigo mesmo, era um testemunho. Nesse sentido, as primeiras aulas do curso Ensinar a Estudar de Katarine são testemunhos sem pudor de dizer como foi que ela chegou até ali e como sua experiência pessoal dialogou com a experiência de outros personagens.
Em cada aula Katarine não só mostrou o fundamento de onde partia, mas também a inovação da prática que eu até então não tinha.
Posso afirmar que o curso é um verdadeiro celeiro de ideias de como trabalhar algo que a escola moderna perdeu. Aliás, esse quesito prático voltado para uma visão de educação que eleva o educando a algo superior é quase impossível de se encontrar nos cursos de pedagogia hoje.
O curso Ensinar a Estudar tem sido um divisor de águas em minha atuação enquanto formador. A partir dele tenho conseguido aliar minhas pesquisas sobre educação, virtudes, estudos clássicos, literatura ao trabalho prático.
Como a Katarine já sabe, pois falei para ela em um e-mail, sou consumidor do trabalho dela.
Por que fazer o curso Ensinar a Estudar? Ora, porque é o que tem de melhor naquilo que ele se propõe ser, porque ele ensina aquilo que é, a saber:
Bom, Verdadeiro e Belo!

Um comentário em “A alegria de fazer parte – II

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s